terça-feira, 29 de abril de 2014

O segundo filho

Enquanto o primeiro filho é trilha em mata fechada, o segundo filho é caminhada na beira da praia.
O primeiro é culpa constante, o segundo é culpa esporádica.
Primeiro, preocupação com as quedas. Segundo, por que será que quase não cai?
Primeiro, ansiedade nas conquistas físicas. Segundo, quando foi mesmo que ele começou a fazer isso?
Primogênito, cuidado excessivo. Segundinho, cuidado saudável.
Primeiro, amor que não cabe dentro do peito. Segundo, amor que cabe direitinho dentro do peito, ao lado do outro.
Primeiro, avassalador. Segundo, estratificador.
Primeiro filho, menos sexo. Segundo filho, muito menos sexo.
Primeiro filho, vendaval. Segundo filho, brisa.
O primogênito completa a família, o segundinho desestrutura.
Um nos lembra de nossa responsabilidade com a vida, o outro nos diverte.
E quanto aos amigos, programas românticos, rotina de atividades físicas, cultura, laser, hobbies, viagens? Conforme eles crescem vamos dando um jeito de retomar tudo, uma coisa de cada vez.

E sabe o que é melhor? Se eles sobreviverem a nós, ainda terão um ao outro.

Nenhum comentário: